Jornada de trabalho e Home Office no serviço público federal, com Gibran Jordão

Jornada de trabalho e Home Office no serviço público federal, com Gibran Jordão

O palestrante destacou o interesse em tratar do tema e falou a respeito das lutas dos últimos anos sobre a redução de tempo e que agora com o atual sistema de que o home office é o que o capital chama de modernização da gestão e entrega de resultados.


Fez um resgate histórico sobre a conquista da legislação brasileira para o trabalhador e por fim apresentou um software de home office que realiza o controle do tempo e a fiscalização da produtividade sobre o trabalho do profissional. História da organização do trabalho do ponto de vista da produtividade e a relação tempo de trabalho e o valor pago por salário em que há menos valor pago e mais lucro. Para isso o entendimento que vem sempre a aferição do trabalho foi marcado. Com a necessidade da entrega de matérias primas e começa a surgir as manufaturas com as primeiras empresas e contratos. Assim começou a obrigação de controlar o processo de produção. Nos diferentes períodos da história aumentou a necessidade de ampliação de Carga horária e maior produção com lucro para o empregador.

As jornadas de trabalho eram de 12 a 16h diárias, o que gerou revoltas. As mulheres, por exemplo, se revoltaram e isso marcou o dia 08.03. A greve geral de Chicago era pela redução da carga horária, pelo sistema precário e de exploração. A partir daí começou a se adquirir direitos e a luta da classe trabalhadora foi muito importante para se proteger da exploração de forma intensiva avanço do controle. Com o que se produziu em 12h agora passa a ser em 8h.

No home office em algumas situações até que não temos um controle, mas virá a ter. Hoje a questão do home office tá dividindo as categorias: uns querem outros não, mas as pessoas precisam entender e alguns já estão se posicionando porque a modalidade que surgiu por conta das possibilidades da internet cria situações que não são legais para os trabalhadores, tanto em nível de condições de trabalho como a respeito da justiça.

O trabalho do sindicato é super importante para esclarecer a categoria e dar um suporte legal.

Após a exposição ocorreram algumas questões que foram respondidas e ficou registrado no canal do YouTube do Sindipampa o vídeo da live, para maior conhecimento dos trabalhadores, e assim o sindicato procura atender a todos sejam filiados ou não para um melhor atendimento ao seu papel de formação ao trabalhador.

A palestra foi mediada pelo colega Carlos Garcia do Campus São Gabriel da Unipampa, com abertura da Coordenadora Cristiani Ricordi e demais integrantes da coordenação e interessados.

Por Carlos Alberto Xavier Garcia

 

 

Compartilhar:
sindipampa

Os comentários estão fechados.

Copyright 2022© by Sindipampa